D. Quixote e Dulcineia

A luz do dia só se completa

Pela escuridão da noite…

 

O que seria da sombra

Sem a luz para definí-la?

 

Como seria a luz da Lua

Sem o Sol a iluminá-la…?

 

Como veríamos estrelas

Sem uma noite desnublada…?

 

Onde estaria a Terra

Sem o céu para limitá-la?

 

Onde refugiaríamos a espada

Sem a dama do lago para tomá-la ?

 

O que seria da vida do Quixote

Sem a Dulcinéia para inspirá-la?

 

O que seria de nós sem as damas

E sem cavalheiros, o que seria delas…?

 

O sapo canta alto na ânsia de encontrar uma dama

que o transforme no cavalheiro digno de suas virtudes.

 

Gabriel Lastra – Nova Acrópole – Sede Guará

 

Anúncios