“Atena e Musas” – Frans Floris de Vriendt

h. Hom. 25: Às Musas

Tradução de Wilson A. Ribeiro Jr.

Começarei pelas Musas, por apolo e por Zeus.

pois graças às Musas e a Apolo, que fere de longe,

existem sobre a terra homens que cantam e tocam a cítara

e, graças a Zeus, reis. Afortunado é aquele a quem as Musas

amam, doce é a voz que flui de sua boca.

Salve, filhas de Zeus, honrai ao meu canto!

E a seguir eu me lembrarei de vós e também de outro canto.

Retirado do livro “Hinos Homéricos” da editora UNESP, já comentando no post de 27/04/2012.

Anúncios