Image
Feliz Natal
 
Voa a vida, junto ao vento,
eterno mistério do Tempo,
voltamos ao ponto, ao Portal
que abre o acesso ao Centro
da Grande Espiral.
A Grande Mãe prepara o berço do Menino,
a Natureza aguarda o nascer do Divino,
faz-se o Natal.
Vê como o ruído se cala e o calor se reduz
e o Semeador espera
que o Grão da Primavera
irradie, em pura Luz,
reduzida à sua essência
transcendente e espiritual,
dando à luz uma nova semente
que fecundará o mundo, novamente,
para elevar-se aos céus em outro Natal.
Todos os filhos dos Ciclos da Vida
circulam, cegos ou despertos, nesta Dança
nessa espiral, envolta em esperanças,
que se converte em Cerimonial
quando se avança aliado à Natureza,
quando se marcha com consciência e com beleza,
buscando a Deus ao pisar cada degrau. 
É inevitável que irradie o sentimento 
de que algo novo surgirá, a cada momento,
na ascensão que leva ao ápice final, 
no auge do dourado cone natalino,
no berço do teu coração, nasce o Divino…
É justa tua celebração; faz-se o Natal.
 
 
Lúcia Helena Galvão
Confira este e outros poemas em: http://www.luciahga.blogspot.com
Anúncios