Rumi
circulo do tempo

Sai do círculo do tempo
e entra no círculo do amor.
Entra na rua das tavernas
e senta entre os beberrões.

Se queres a visão secreta,
fecha teus olhos.
Se desejas um abraço,
abre teu peito.

Se anseias por uma face com vida,
rompe esse rosto de pedra.
Por que hás de pagar o dote da vida
a essa velha bruxa, a terra?

Mil gerações já gozaram
do que agora tens.
Prove a doçura em tua boca
que antes foi flor, abelha e mel.

Vamos, aceita esta pechincha:
dá um única vida
e leva uma centena.

Anúncios