No dia 20 de agosto de 1889, na Cidade de Goiás – Goiás, nasceu Ana Lins do Guimarães Peixoto Brêtas, conhecida como Cora Coralina. Por grande parte de sua vida trabalhou como doceira para sustentar os filhos. E apenas em 1965, contando com 75 anos de idade, conseguiu realizar um sonho: publicar o primeiro livro –  “Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais”. Cora começou a escrever poemas e contos aos 14 anos, cursou apenas até a terceira série do primário. Em seus últimos anos, sua obra foi reconhecida, participou de conferências, homenagens e programas de televisão; mas jamais perdeu a doçura da alma de escritora e doceira. 

———————————————————————————————————

SABER VIVER

Não sei… Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura…
Enquanto durar

Anúncios