Gerson Miranda

 

O ser que sou não tem nenhum limite
Pode abraçar o sol sem ter receio
Pode curar minha pior ferida
E religar o que partiu-se ao meio

O ser que sou pode viver pra sempre
Mas, em combate, ser o eterno jovem
Pode lutar contra o dragão que cresce
E derrotá-lo em nome dos que sofrem

O ser que sou não é o que penso ser,
Pois o que penso é o meu maior engano
Dele me afasto quanto mais desejo
Só me aproximo quando me venço e amo

O ser que sou pode elevar suas asas
E conduzir a humanidade inteira
Pode emanar a sua luz dourada
E libertar a bela prisioneira

O ser que sou pode manifestar-se
Qual a água pura a jorrar da fonte
Pode fazer-me retornar à Vida
Pode ensinar-me a vencer a morte.

Anúncios